desconfinamento

Covid-19

Uma semana decisiva para mais uns passos de "liberdade"

Quando o primeiro-ministro António Costa anunciou o calendário de desconfinamento, fez questão de dizer que não teria qualquer pejo em voltar atrás, se a evolução do número de novos casos de covid-19 assim o aconselhasse. A partir da próxima quarta-feira, a primeira fase de desconfinamento, iniciada a 4 de maio, já se refletirá nestes números, de acordo com os especialistas. O que pode acontecer?