Cascais

Cascais

Lar de Cascais acusado de deixar cadáver junto de utentes abre inquérito interno

Um corpo terá ficado mais de 24 horas numa cama, à espera de ser recolhido, ao lado de outros utentes num dormitório, segundo uma reportagem emitida pela TVI. Lar da Santa Casa da Misericórdia de Cascais diz não ser verdade que "um corpo de um falecido tenha permanecido mais de 24 horas num quarto" e que os doentes não dormiram no quarto com um cadáver.

Almoço com Carlos Carreiras

"Com militares chamados mais cedo teríamos mais eficácia contra a covid"

Conversa à mesa com o presidente da Câmara de Cascais sobre a garagem do pai que servia de sede ao PSD no Verão Quente de 1975, o carisma de Francisco Sá Carneiro, a luta dos cascalenses contra a pandemia e ainda a necessidade de ir trabalhar no setor privado depois de cumprir mais um mandato para poder assegurar uma velhice desafogada.