bombeiros

Miranda do Corvo

As sete vidas de Zé Índio. A morte do bombeiro na janela para a Lousã

José Augusto Dias Fernandes morreu no combate a um fogo na serra da Lousã. Um homem intenso: benfiquista, militante do PS, motorista da câmara, ex-árbitro de futsal e observador de 1.ª categoria, fundador de instituições comunitárias, como a AFRAL (de desenvolvimento da aldeia natal, Fraldeu). Num dia em que os incêndios voltaram a não dar tréguas o DN lembra Zé Índio, numa homenagem a todos os bombeiros.