40 graus. Prepare-se para a subida das temperaturas

Temperaturas máximas iguais ou superiores a 40º graus para Beja, Évora e Castelo Branco no fim de semana. Algarve vai alternar entre os 35 e os 38.

Os termómetros vão chegar aos 40 graus em alguns dos distritos mais a sul do país no fim de semana, quando se vai fazer notar o pico do aumento de temperatura que se vai registar esta semana.

Em Beja, por exemplo, a máxima prevista para esta quarta-feira é de 37 graus, mas esse valor vai aumentar ao longo da semana e chegar aos 42 graus na sexta-feira, 41 no sábado e 40 no domingo.

Situação idêntica vai verificar-se noutra capital de distrito do Alentejo, Évora, que deverá atingir 38 graus de máxima nesta quarta-feira mas vai registar 42 na sexta-feira e 41 no sábado e no domingo.

Um pouco mais a norte, em Castelo Branco, estão previstas máximas de 40 graus para sexta-feira e sábado.

Outros distritos tradicionalmente quentes, como Portalegre e Santarém, vão atingir 39 graus e 38 na sexta-feira e no sábado, respetivamente.

Na região mais a sul, no Algarve, os dias mais quente dos próximos dez deverão ser domingo e segunda-feira, para os quais estão previstas máximas de 38º C. Para sexta-feira e sábado as máximas serão de 35 graus.

"Vamos assistir até, pelo menos, dia 13 a uma subida gradual dos valores da temperatura máxima. A partir de dia 13, sexta-feira, já se espera que alguns locais do interior, principalmente o interior do Alentejo e do distrito de Castelo Branco, atinjam valores superiores a 40 graus. Não é uma situação anormal, é uma situação que costuma ocorrer todos os anos, até porque neste momento não se espera nos próximos dias que sejam batidos os valores máximos absolutos, tanto das localidades, como do mês de agosto", disse à Lusa a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Patrícia Gomes.

"Esta situação deve-se ao transporte de uma massa de ar quente com origem no norte de África e acaba por fazer com que as temperaturas aumentem um pouco por todo o país", referiu Patrícia Gomes, explicando que começará pelo interior e estendendo-se até ao litoral.

Cenário diferente deverá verificar-se no norte do país. No Porto os dias de maior calor deverão ser sexta-feira e sábado, para os quais estão previstos uns modestos 25º C de temperatura máxima.

"Espera-se que ao longo do resto da semana mais distritos entrem com aviso", disse Patrícia Gomes, acrescentando que alguns dos que a partir de quarta-feira estão em aviso amarelo devem evoluir para aviso laranja a partir de sexta-feira.

Portugal continental, Terceira e ilhas da Madeira com risco muito elevado de radiação UV

Portugal continental apresenta esta quarta-feira um risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), à semelhança dos dias anteriores, tal como a ilha açoriana da Terceira e as duas ilhas do arquipélago da Madeira.

As ilhas açorianas das Flores, Corvo, Faial e São Miguel têm esta quarta-feira um risco elevado, de acordo com a informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A escala de radiação ultravioleta tem cinco níveis, entre risco extremo e baixo.

Para as regiões com risco muito elevado, o IPMA aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol, protetor solar e que se evite a exposição das crianças ao sol.

Para as regiões com risco elevado, aconselha o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt e protetor solar.

50 municípios do interior Norte e Centro e do Algarve em risco máximo de incêndio

Cinquenta municípios do interior Norte e Centro e do Algarve apresentam esta quarta-feira risco máximo de incêndio, numa atura em que as temperaturas continuarão a subir em Portugal continental até ao fim de semana, quando devem ultrapassar os 40 graus.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou em risco muito elevado cerca de 80 concelhos nos distritos de Bragança, Vila Real, Braga, Porto, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Santarém, Portalegre, Beja e Faro.

O IPMA colocou ainda em risco elevado quase toda a região do Alentejo e outros mais de 40 concelhos dos distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Porto, Braga, Aveiro, Coimbra, Leiria, Santarém e Lisboa.

O restante território apresenta um risco moderado e reduzido, consoante a região.

Na terça-feira o IPMA avisou para um agravar do risco de incêndio e aumento das temperaturas até ao fim de semana, quando os termómetros devem ultrapassar os 40 graus nalgumas regiões do país.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O período crítico de incêndios dura até final de setembro e, até lá, é proibido fazer queimadas extensivas ou queima de amontoados sem autorização, usar fogareiros ou grelhadores em todo o espaço rural, e fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais.

É proibido ainda lançar balões de mecha acesa ou foguetes ou fazer trabalhos na floresta que possam originar faíscas.

De acordo com o IPMA, espera-se que até ao fim de semana as temperaturas mais elevadas sejam registadas no interior norte e centro, assim como no interior do Alentejo e em alguns locais do Algarve. Para o litoral norte e centro é esperada uma subida de temperatura a partir de sexta-feira.

E por causa do aumento das temperaturas, a partir das 12:00 desta quarta-feira e até às 18:00 de sexta-feira, há sete distritos que vão estar sob aviso amarelo devido ao calor: Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Évora e Beja.

Para esta quarta-feira, o IPMA prevê em Portugal continental uma pequena subida da temperatura, em especial no interior, céu geralmente limpo, com nebulosidade matinal no litoral Norte e Centro. O vento soprará por vezes forte na faixa costeira ocidental e nas terras altas.

As temperaturas máximas vão variar entre os 24º (Aveiro e Porto) e os 38º (Évora e Castelo Branco) e as mínimas entre os 14º (Bragança, Viana do Castelo e Porto) e os 21º (Faro e Portalegre)

Mais Notícias

Outras Notícias GMG