Portugal com mais 12 mortes e 2571 casos de covid nas últimas 24 horas

País ultrapassa o milhão de casos desde o início da pandemia. Há 727 pessoas hospitalizadas (menos cinco do que na véspera), das quais 161 em unidades de cuidados intensivos (menos uma).

Portugal registou mais 2571 casos e 12 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste sábado, 14 de agosto.

O país ultrapassou assim o milhão de casos desde o início da pandemia: 1 001 118 casos. No total, já foram contabilizadas 17 549 mortes.

No boletim deste sábado há mais 2821 recuperados (939 376 no total), com o número de casos ativos a cair 262 para os 44 193. Há também menos 738 contactos em vigilância em relação a sexta-feira, num total de 56 385.

Relativamente a hospitalizações, há agora 727 pessoas internadas (menos cinco), 161 das quais em unidades de cuidados intensivos (menos uma do que na véspera).

Em relação aos novos casos, 915 foram registados na região Norte e 901 na região de Lisboa e Vale do Tejo. Há mais 286 no Algarve, 281 no Centro e 118 no Alentejo. Madeira regista mais 41 e Açores mais 29.

Neste último arquipélago foi registada uma das 12 mortes contabilizadas no boletim deste sábado. Houve ainda sete mortes em Lisboa, três no Algarve e uma no Centro.

Metade das mortes foi registada em doentes com mais de 80 anos, tendo havido ainda três na faixa etária dos 70 aos 79 anos e uma em cada uma das três faixas etárias desde os 40 anos.

A taxa de incidência mantém-se nos 324,6 casos por covid-19 por 100 mil habitantes no continente e 319,9 a nível nacional. E o R(t) é de 0,95 tanto a nível nacional como no continente.

Os números deste sábado são melhores do que os de há uma semana, quando tinha havido registo de 17 mortes e 2621 casos novos, e ligeiramente inferiores ao número de novas infeções registadas na sexta-feira (2598). Ontem houve também 12 mortes.

Mortalidade vai manter-se "provavelmente elevada"

A mortalidade por covid-19 "manter-se-á provavelmente elevada" em Portugal, embora o ritmo de crescimento esteja a abrandar, e as infeções com o coronavírus têm tendência a decrescer, segundo o relatório de monitorização das 'linhas vermelhas', publicado todas as sextas-feiras pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (Insa)..

O documento assinala que a mortalidade por covid-19 em Portugal - 18,6 óbitos em 14 dias por um milhão de habitantes - "está acima do limiar preconizado" pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças.

Leia mais aqui

Mais Notícias

Outras Notícias GMG