Porto quer alargar acordo com táxis para viagens para vacinação

Segundo a vereadora dos Transportes, Cristina Pimentel, até 30 de novembro foram realizadas 34 940 deslocações de táxis para os centros de vacinação, o correspondente a um montante de 186 914 euros.

A Câmara do Porto vota na segunda-feira uma proposta da maioria para prolongar até 30 de junho de 2022 o acordo com as centrais de táxis que realizam deslocações para os centros de vacinação contra a covid-19.

Na proposta, a que a Lusa teve esta quinta-feira acesso e que vai ser discutida na reunião do executivo da Câmara do Porto na segunda-feira, a maioria municipal liderada pelo independente Rui Moreira propõe o alargamento do acordo de colaboração estabelecido com as centrais de táxis que realizam as deslocações de e para os centros de vacinação da cidade.

"O aumento do número de munícipes convocados para o reforço da vacinação, bem como o alargamento da vacinação a novas franjas etárias da população, designadamente crianças, faz antever uma crescente procura do serviço de transporte em táxi", salienta vereadora dos Transportes, Cristina Pimentel, na proposta.

Destacando que o acesso aos centros de vacinação contra a covid-19 deve ser "simples e abrangente", a vereadora afirma que o município procurou assegurar a resposta em transporte público por um valor único para os seus munícipes.

A Raditáxis Cooperativa dos Radio Táxis do Porto e a Táxis Invicta Central Rádio Táxi do Porto são as duas centrais da cidade que, desde o dia 9 de março, disponibilizam o transporte para os centros de vacinação por dois euros para os munícipes.

A "elevada procura deste serviço" no seguimento do Plano de Vacinação contra a covid-19 justificou a celebração de um acordo de cooperação com vigência até 30 de setembro e na atribuição de um apoio de 120 mil euros.

Em 25 de outubro, o executivo municipal aprovou a renovação do acordo de colaboração até 31 de dezembro, bem como a atribuição de um reforço no valor de 100 mil euros.

Cristina Pimentel salienta ainda que até 30 de novembro foram realizadas 34 940 deslocações de táxis para os centros de vacinação, o correspondente a um montante de 186 914 euros concedido pela autarquia às centrais de táxis.

"Afigura-se adequada a continuação do programa pelo período de mais de seis meses para além do período de vigência do acordo estipulado dia 31 de dezembro de 2021", acrescenta a vereadora.

A covid-19 provocou pelo menos 5.328.762 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.717 pessoas e foram contabilizados 1.211.130 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG