Moradores do Meco desfilam contra empreendimentos turísticos

Os moradores da Aldeia do Meco vão desfilar este sábado de manhã em protesto contra a construção de empreendimentos turísticos em áreas protegidas.

O movimento "Não a Grandes Projetos Hoteleiros para a Aldeia do Meco" convocou um "desfile de protesto" para este sábadoa às 11h00. De automóvel, motocicleta trotinete, bicicleta ou qualquer outro veículo, apelam a que se manifestem contra os empreendimentos turísticos de grandes dimensões inseridos em áreas protegidas que integram a Rede Natura 2000.

Explicam que os projetos se encontram em fase adiantada e implicam a construção de "mais de 770 fogos, cerca de 2300 camas". Estão inseridos em áreas protegidas que integram a Rede Natura 2000.

"Quando se fala de sustentabilidade ambiental e de alterações climáticas, não faz sentido continuar a apostar em modelos de turismo massificado que já provaram ter custos ambientais imensos e irreversíveis", criticam, convocando: " É tempo de agir!"

Partem da Herdade do Cabeço da Flauta em direção à praia das Bicas, para onde estão previstos os prédios, de três andares.

Lançaram há três meses a a Petição Não a Grandes Projetos Hoteleiros para a
Aldeia do Meco e que recolheu 4 074 assinaturas. Foi enviada para a Assembleia de República a 10 de agosto, com conhecimento ao presidente da República, autarcas, ministros e outros dirigentes de Sesimbra e estruturas do ambiente.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG