Militar americano da Base das Lajes suspeito de violação e tentativa de homicídio

Sargento é suspeito de ter violado e tentado matar uma mulher de nacionalidade portuguesa. Já foi detido pela PJ

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção na ilha Terceira, nos Açores, de um homem de 27 anos suspeito de ter violado e tentado matar uma mulher. O coordenador da PJ nos Açores, João Oliveira, confirmou ao DN que o indivíduo é um militar norte-americano, sargento na Base das Lajes, destacado na ilha Terceira há cerca de um ano. A vítima tem nacionalidade portuguesa.

As autoridades dos EUA estão disponíveis para colaborar com a PJ no caso.

Segundo o Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada da PJ, "os factos ocorreram na ilha Terceira, tendo o autor tirado vantagem do facto de conhecer a vítima, a quem convenceu a aceitar uma boleia no seu veículo automóvel, levando-a, contra a sua vontade, para local isolado, onde a agrediu e violou".

"Seguidamente, levou-a para um outro local, junto à orla costeira, onde a voltou a sujeitar a violação, tendo-a agredido com arma branca e tentado matar por afogamento, no intuito de evitar que ela denunciasse os crimes de que foi vítima", acrescenta o comunicado das autoridades.

O coordenador da PJ nos Açores, João Oliveira, adiantou à Lusa que "havia uma relação entre o agressor e a vítima" e que o suspeito "foi detido na noite de terça-feira em Angra do Heroísmo". "Os factos ocorreram no concelho da Praia da Vitória", referiu. De acordo com o responsável, "a vítima conseguiu escapar e pediu ajuda a uma terceira pessoa que estava nas proximidades".

O homem, suspeito prática dos crimes de violação, rapto, ofensas à integridade física e homicídio na forma tentada, ainda vai ser presente durante o dia de hoje ou na quinta-feira a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Mais Notícias