Portugal com sete mortes e 449 novos casos de covid-19

Número de internados é agora de 342, mais cinco que no dia anterior. Há 30 367 casos ativos de covid-19 em Portugal.

Portugal contabiliza este domingo (3 de outubro) mais 449 novos casos de covid-19. De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) há a registar sete mortes nas últimas 24 horas.

Nos hospitais portugueses há agora 342 internados (mais cinco que no dia anterior), dos quais 69 estão em unidades de cuidados intensivos (um aumento de quatro).

No total há 30 367 casos ativos de covid-19 em Portugal, mais 110 que os contabilizados no sábado. Recuperaram da doença 332 pessoas.

Lisboa e Vale do Tejo é a região do país com mais novos casos (181), seguida pelo norte (135) e centro (62). No Alentejo foram contabilizados 21 novos casos e no Algarve 19.

Quanto às regiões autónomas, os Açores têm 16 novos casos e a Madeira 15.

Já no que se refere aos óbitos, três foram na grande Lisboa, dois a norte, um no centro e um no Algarve.

Portugal conta, nesta altura, um total de 1 071 114 casos de covid-19, doença em resultado da qual morreram 17 993 pessoas.

Pandemia já causou mais de quatro milhões de mortes

A pandemia provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 já causou, pelo menos, 4,7 milhões de mortes desde que a doença foi identificada na China, em dezembro de 2019, segundo o balanço da agência noticiosa AFP.

No total registaram-se 234,5 milhões de casos de infeção. Neste sábado foram registadas, em 24 horas, mais 6364 novas mortes e 396 062 novos contágios em todo o mundo.

Os países que registaram o maior número de mortes num só dia foram os Estados Unidos da América (983), Rússia (890) e México (614).

Os Estados Unidos são também o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 700 935 óbitos e 43 milhões de casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil (597 723 mortes e 21 milhões de casos), a Índia (448 mil mortes e 33 milhões de casos), o México, com 278 mil mortes e 3,6 milhões de casos) e a Rússia (209 918 mortes e 7,5 milhões de casos).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG