Fogo de Sabrosa sofre reativação

O fogo, que deflagrou cerca das 15:00 de terça-feira, entrara a meio da manhã de hoje em fase de resolução

O incêndio em Vilela do Douro, Sabrosa, sofreu uma reativação que está a queimar mato, disse fonte da Proteção Civil.

O fogo, que deflagrou cerca das 15:00 de terça-feira, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução.

No entanto, ao final da manhã verificou-se uma reativação numa zona de mato e de declive, não oferecendo perigo por estar a lavrar longe das aldeias.

Segundo a página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, no local estão cerca de 180 operacionais, que estão a ser apoiados por meia centena de viaturas e cinco meios aéreos.

No terreno estão ainda quatro máquinas de rasto.

Este fogo, que deflagrou na zona de Vilela do Douro, já queimou vários hectares de mato e pinhal.

A situação mais preocupante viveu-se nesta aldeia, com a aproximação das chamas.

Chegou a ser preparado um plano com vista à retirada de pessoas de casas da zona sul da aldeia, o que não veio a ser necessário.

Na terça-feira à noite o incêndio possuía três frentes ativas, uma na aldeia de Vilela do Douro, outra em direção a Provesende e outra ainda em direção a Gouvães do Douro.

Por volta das 13:00, o fogo de Sabrosa era o único ativo no distrito de Vila Real.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG