Termómetros ultrapassam os 30 graus em várias regiões

Portalegre, Évora e Beja apresentam esta sexta-feira risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV). O IPMA colocou também os distritos de Bragança Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Santarém, Lisboa, Setúbal e Faro em risco muito elevado

Os distritos de Portalegre, Évora e Beja apresentam esta sexta-feira risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou também os distritos de Bragança Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria, Santarém, Lisboa, Setúbal e Faro, no continente, e os arquipélagos da Madeira e dos Açores em risco muito elevado de exposição aos UV.

Os distritos de Vila Real e Aveiro estão com níveis elevados e Porto, Braga e Viana do Castelo apresentam risco moderado.

O IPMA recomenda para as regiões em risco extremo que se evite o mais possível a exposição ao sol.

Para as regiões com risco muito elevado, o IPMA aconselha a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao sol.

Nesta sexta-feira, estão previstas temperaturas máximas de 33º C para Évora e Beja e de 32º C para Faro e Castelo Branco, os distritos em que se deverá verificar mais calor. Em Lisboa as temperaturas deverão variar entre os 14º C e os 30º C, com céu pouco nublado ou limpo, enquanto no Porto as mínimas são de 15º C e as máximas de 21.º C, com períodos de céu muito nublado, tornando-se muito nublado a partirdo final da tarde, com ocorrência de períodos de chuva.

Segundo o IPMA, preveem-se "períodos de chuva no Minho, estendendo-se às restantes regiões a norte do sistema Montejunto-Estrela a partir da tarde". Na região sul, "céu pouco
nublado ou limpo na região Sul".

A temperatura mínima deve registar uma pequena subida no interior assim como a temperatura máxima na costa sul do Algarve.

Nove concelhos de cinco distritos em risco máximo

Nove concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Portalegre, Castelo Branco e Guarda apresentam esta sexta-feira risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo de incêndio estão os concelhos de Figueira de Castelo Rodrigo (Guarda), Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão (Castelo Branco), Mação (Santarém), Nisa e Gavião (Portalegre), Portimão, São Brás de Alportel e Tavira (Faro).

O IPMA colocou também mais de 50 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Portalegre, Castelo Branco, Santarém, Guarda, Viseu, Vila Real e Bragança em risco muito elevado de incêndio.

De acordo com o IPMA, o risco de incêndio vai intensificar-se em algumas regiões de Portugal continental pelo menos até terça-feira.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG