EasyJet anuncia mais um avião e 30 postos de trabalho em Faro

A companhia aérea diz que continuou a investir em Portugal durante a pandemia. No próximo verão, Faro terá quatro aviões, elevando a frota portuguesa para 13

A transportadora aérea easyJet anunciou esta terça-feira que vai colocar um novo avião na base de Faro para o verão de 2022, criando cerca de 30 postos de trabalho diretos no Algarve.

Em comunicado, a companhia destaca que vai adicionar mais um avião em Faro para o verão de 2022 e outros quatro em Málaga e Palma de Maiorca, Espanha.

Segundo a easyJet, este investimento cria cerca de 150 empregos diretos para pilotos e tripulantes ao abrigo de contratos locais em Portugal e Espanha.

"Desde o início da pandemia, a easyJet continuou a investir em Portugal, onde abriu uma nova base em Faro em junho de 2021 e aumentou a frota portuguesa global em 60%", refere a transportadora.

A companhia aérea acrescenta ainda quatro novos aviões às suas outras bases sazonais em Espanha, dois em Málaga e dois em Palma de Maiorca.

"Este movimento representa um aumento da frota easyJet em 70% nas bases de Portugal e Espanha, em comparação com o período pré-pandémico, e em Portugal, em particular, representa um aumento de mais de 60% desde 2019, com um novo avião na base do Porto -- desde o verão de 2020 -- e quatro novos aviões em Faro, desde a abertura desta base em junho de 2021", é referido na nota.

Assim, no próximo verão, Faro terá quatro aviões, elevando a frota portuguesa para 13 aviões, incluindo cinco na base de Lisboa e quatro no Porto.

"Este investimento vai criar cerca de 150 empregos diretos em Portugal e Espanha. Só em Portugal a easyJet emprega atualmente mais de 425 pessoas, todas ao abrigo de contratos locais e negociados com sindicatos industriais portugueses", salienta a transportadora.

José Lopes, Country Manager da easyJet para Portugal, citado no comunicado, refere estar muito satisfeito por poder anunciar mais este investimento no mercado português.

"Apesar de toda a indústria ainda estar a viver um ambiente, isto confirma o compromisso da easyJet com Portugal e com o crescimento sustentável do país e da sua rede europeia. Estamos constantemente a avaliar as novas oportunidades e atendendo ao sucesso da nossa nova base sazonal em Portugal, adicionar mais capacidade a estes destinos é um passo lógico", sublinhou.

José Lopes congratulou-se também pelo facto de o novo investimento criar cerca de 50 novos empregos diretos.

"Temos o orgulho de ser uma das companhias aéreas mais fortes em Portugal, com quase 7,2 milhões de passageiros transportados de e para o país durante a pré-pandemia e mais de 20 milhões de passageiros de e para Faro desde 1999, quando a easyJet iniciou as suas operações no Algarve", disse.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG