Catroga mete "cunha" para ser negociador de Costa

"Se você precisar de mim para dar aí alguns entendimentos eu disponho-me a isso", disse o antigo ministro a António Costa em cerimónia da EDP

António Costa esteve esta quarta-feira na sessão 'Prémios EDP Solidária 2016', onde agradeceu à empresa por suportar maior fatura devido à tarifa social da energia. Após a cerimónia, no Museu da Eletricidade, em Lisboa, o primeiro-ministro foi acompanhado na saída por várias das personalidades que marcaram presença na ocasião, nomeadamente Eduardo Catroga, que é atualmente o presidente do conselho geral da EDP.

Catroga, que já foi ministro das Finanças do PSD e assumiu o papel de "negociador" do partido nas conversações com a troika para definir o memorando de entendimento do último resgate financeiro, não quis limitar-se a conversar com Costa sobre as matérias que dizem respeito à EDP.

Sublinhando que os acionistas da empresa gostariam de falar com o primeiro-ministro, foi ainda mais solícito e, abraçado a António Costa, disponibilizou-se para, mais uma vez, servir de "negociador ". O momento foi apanhado pelas câmaras da SIC: "Se você precisar de mim para dar aí alguns entendimentos eu disponho-me a isso". Costa tentou escapar, percebendo que estava a ser filmado, e deu apenas resposta de circunstância, anuindo. E Catroga voltou à carga: "Porque eu tenho essa visão da política, que não é partidária", dizia, tentando meter uma "cunha" ao PM.

Sem se alongar, Costa continuou a dizer apenas "muito bem, sim senhor", e seguiu o seu caminho. Resta saber se irá aceitar a proposta do antigo ministro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG