Cristas recruta seis independentes para a Comissão Política Nacional

Académicos, economistas, agrónomos e juristas são os novos rostos do mais importante órgão de consulta do CDS

Mariana França Gouveia (professora de direito na FDUNL, advogada e especialista em arbitragem); Raquel Vaz Pinto (professora de Ciência Política FCSH UNL);Filipe Santiago (Economista e administrador de grupo hoteleiro); João Basto (agrónomo e gestor, a trabalhar na internacionalização do agroalimentar); Duarte Goes (advogado);e Samuel Almeida (fiscalista), vão integrar a nova Comissão Política Nacional, sob a liderança de Assunção Cristas. Marta Arruda Teixeira (Gestora CGD), esta militante do CDS, também integra o grupo de personalidades da "sociedade civil" com que Cristas quer contar.
Alguns dos nomes da atual Comissão Política devem transitar para a nova estrutura, como é o caso de João Almeida, Nuno Melo e Nuno Magalhães. A entrar de novo, segundo informação ainda não confirmada oficialmente, estão os nomes de João Rebelo, Adolfo Mesquita Nunes, Cecília Meireles, Teresa Anjinho e Ana Rita Bessa.
Diogo Feio sai da Comissão Política mas fica responsável pelo Gabinete de Estudos, o "embrião" de todas as propostas que o CDS quer apresentar para as soluções dos problemas do país.

Mais Notícias