Comandos: Último militar internado teve alta

Hospital das Forças Armadas deu alta ao último dos soldados internados no início do atual curso de comandos.

o Exército anunciou que o último dos militares internados do 127º curso de comandos teve alta esta sexta-feira.

Em comunicado, o Exército informou que as "melhorias registadas nos últimos dias" pelo instruendo internado no serviço de medicina do Hospital das Forças Armadas justificou a alta clínica.

O militar foi um dos militares do 127 curso de comandos que teve de ser internado nos primeiros dias de exercícios marcados por elevadas temperaturas e que resultaram na morte de dois instruendos.

Essas duas mortes e os nove internamentos levaram à abertura de inquéritos do Exército e pelo Ministério Público, bem como à suspensão do curso durante uma semana para serem realizados exames médicos adicionais aos instruendos.

O curso iniciou-se a 3 de setembro, tendo lugar no dia seguinte os primeiros exercícios no Campo de Tiro de Alcochete sob temperaturas da ordem dos 40 graus.

Foi ainda nesse primeiro dia de exercícios que faleceu o primeiro militar e foi internado aquele que viria a morrer uma semana depois devido a falência hepática.

Um "golpe de calor" foi a causa atribuída às mortes e internamentos daqueles 11 instruendos, havendo informações posteriores dadas por amigos e familiares sobre a existência de maus tratos.

Mais Notícias