António Costa promete novidades sobre sucessor "brevemente"

António Costa promete brevidade na escolha do sucessor do ex-ministro da Cultura João Soares.

O primeiro-ministro, António Costa, disse, no final da noite de sexta-feira, que haverá notícias sobre o próximo ministro da Cultura "brevemente" e lembrou que vai estar em visita à Grécia nos próximos dias.

"Como sabem, nos próximos dias, estarei dois dias ausente em visita à Grécia no quadro do programa de cooperação de apoio aos refugiados e da nossa partilha de solidariedade com o esforço muito grande que a Grécia tem vindo a realizar para acolher refugiados", afirmou António Costa aos jornalistas, no museu de Serralves, onde esteve desde antes das 19:00 para vários encontros.

O primeiro-ministro realçou: "No entretanto, tratarei desse assunto [do Ministério da Cultura] e brevemente terão notícias sobre essa matéria".

O ministro da Cultura, João Soares, apresentou, na sexta-feira, ao primeiro-ministro a demissão das suas funções no Governo, invocando razões de solidariedade com o executivo.

O pedido de demissão, aceite pelo primeiro-ministro, foi feito na sequência de ameaças de agressão física aos comentadores Augusto M. Seabra e Vasco Pulido Valente, do jornal Público, e constitui a primeira 'baixa' do XXI Governo Constitucional, menos de cinco meses após a tomada de posse.

A demissão foi apresentada depois de o primeiro-ministro, na noite de quinta-feira, em declarações aos canais de televisão, ter pedido desculpa aos colunistas do Público, nomeadamente Augusto M. Seabra, por quem confessou "particular estima", e Vasco Pulido Valente, por quem declarou "consideração".

"Naturalmente aceitei o seu pedido de demissão", afirmou António Costa, em declarações aos jornalistas na Casa do Roseiral, no Porto, depois de presidir à inauguração da última fase das obras do Centro Materno-Infantil do Norte.

António Costa sublinhou que "nos próximos dias" vai entregar ao Presidente da República "o nome de uma personalidade que substitua João Soares", sem esclarecer se já tem alguém pensado para o cargo.

O primeiro-ministro agradeceu ao ministro demissionário "a colaboração que deu, todo o empenho e energia que colocou no exercício destas suas funções enquanto ministro da Cultura

Mais Notícias

Outras Notícias GMG