Filipe Lobo d' Ávila demite-se da direção do CDS

A TSF avança que Filipe Lobo d'Ávila se demitiu da direção do CDS-PP, liderada por Francisco Rodrigues dos Santos. O membro demissionário da Comissão Executiva centrista enviou uma carta ao presidente do partido a informá-lo da sua intenção.

Raúl Almeida e Isabel Menéres Campos terão decidido abandonar a direção do CDS, por não concordarem com o caminho seguido por Francisco Rodrigues dos Santos, segundo o jornal Expresso.

A decisão surge depois de, esta quarta-feira, o também centrista Adolfo Mesquita Nunes ter pedido eleições antecipadas no CDS, num artigo de opinião publicado no Observador - alegando que a crise de sobrevivência do partido não se vai resolver com Francisco Rodrigues dos Santos.

O eurodeputado Nuno Melo também se mostrou disponível para liderar o CDS.

Francisco Rodrigues dos Santos, que esta quarta-feira assinou um pré-acordo com o PSD que exclui coligações com o partido de extrema-direita Chega nas eleições autárquicas, disse que não se convocam eleições no PSD "por dá cá aquela palha".

Nas últimas eleições para a liderança do CDS, Filipe Lobo d' Ávila candidatou-se contra Francisco Rodrigues dos Santos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG