PSD junta mais de mil participantes para construir alternativa ao governo

O PSD já conseguiu mais de mil participantes para a Convenção do Conselho Estratégico Nacional (CEN), que se realiza em Santa Maria da Feira. O presidente do CEN, David Justino, afirmou que é "rampa de lançamento" do programa eleitoral do PSD, que será apresentado logo a seguir às europeias.

David Justino, presidente do Conselho Estratégico Nacional do PSD, garantiu que a convenção que se realiza no próximo sábado, em Santa Maria da Feira, será a "rampa de lançamento" do programa eleitoral do PSD. O também vice-presidente social-democrata rejeitou a ideia de que seria mais proveitoso concentrar todos os esforços nas eleições europeias, num dia em que o PS anunciará, também em convenção, a sua lista às eleições de 26 de maio.

"Estamos a três meses das eleições europeias e a seis das legislativas, temos de conciliar as duas. Não podemos por as munições só numa coisa", afirmou David Justino. Até porque o PSD, disse, tenciona apresentar o programa eleitoral logo a seguir às eleições para o Parlamento Europeu, antes das férias. "Aliás, a ideia é sugerir: leve o programa do PSD de férias", gracejou o vice-presidente social-democrata.

O cabeça de lista do PSD às europeias, Paulo Rangel, também será um dos participantes na convenção do CEN, e irá falar do Brexit, mas não terá nenhum palco privilegiado para se destacar no evento, que contará com 16 painéis temáticos e mais um sobre a reforma do sistema político. Este último coordenado pelo antigo líder da JSD, Pedro Rodrigues.

Justino, que é antigo ministro da Educação, garantiu que já há mais de mil inscritos para a convenção, entre militantes e simpatizantes do PSD e independentes. "Se tivermos um problema não é de cadeiras vazias, mas de pessoas à porta".

O encerramento da convenção será feito pelo comissário europeu Carlos Moedas, por David Justino e Rui Rio, que falará pelas 18.30 no Europarque de Santa Maria da Feira.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG