Pedro Nuno Santos pode passar a ministro

Com a saída de Pedro Marques para o Parlamento Europeu, António Costa está a ponderar mexidas no governo

O atual secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Pedro Nuno Santos, poderá passar a ministro na sequência da saída do Executivo de Pedro Marques, o atual titular do Planeamento e Infraestruturas, que será o cabeça-de-lista do PS às próximas eleições europeias. A notícia foi avançada pelo Expresso e confirmada pelo DN.

A futura composição do governo não está fechada e não será necessariamente uma troca por troca - António Costa poderá aproveitar para alterações inclusive na orgânica do executivo. Para já, são tudo hipóteses em cima da mesa do primeiro-ministro, que ainda não fechou a decisão.

Figura essencial na articulação entre o PS e os restantes partidos da "geringonça", Pedro Nuno Santos já foi apontado como ministeriável em anteriores remodelações, mas a mudança nunca se concretizou. Mas, chegado o último ano da legislatura, com os quatro orçamentos do Estado aprovados, a secretaria de Estado dos Assuntos Parlamentares deixa de ter o papel central que assumiu nos últimos anos. A passagem do secretário de Estado a ministro não deixaria de ser, nesta altura, vista como uma recompensa a um dos nomes mais proeminentes da nova geração de dirigentes socialistas - e com a anunciada ambição de chegar a secretário-geral do partido, quando Costa deixar a liderança dos socialistas.

Questionado pelo DN sobre a possibilidade de mudar agora de funções no governo, Pedro Nuno Santos respondeu com um lacónico "não comento".

O cabeça-de-lista do PS às próximas eleições europeias será anunciado a 16 de fevereiro, em Convenção Nacional.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG