João Soares fora das listas do PS às legislativas

Ex-ministro, ex-eurodeputado e ex-presidente de Câmara, João Soares anunciou, via Facebook, que abandona a Assembleia da República no final deste mandato e que já informou António Costa da decisão

"Não integrarei as listas do PS para as próximas eleições legislativas. Decisão pessoal comunicada ao Secretário-Geral do PS, Presidente do Partido, e Secretaria Geral Adjunta, ainda antes das eleições para o PE". Foi através de um post no Facebook que João Soares, deputado na Assembleia da República, anunciou que está fora das listas do Partido Socialista às eleições legislativas do próximo dia 6 de outubro.

Militante do PS desde a sua fundação, em 1973, deputado nacional, eurodeputado entre 1994 e 1995, presidente da Câmara de Lisboa entre 1995 e 2002 e ministro da Cultura entre 2015 e 2016, João Soares, de 69 anos, sublinha que a sua decisão "não resulta de nenhum cansaço especial, de vontade de reforma, ou muito menos de afastamento dos meus ideais de sempre, ou do Partido político a que orgulhosamente pertenço, o PS". Pelo contrário, refere, continua "firmemente apostado nos combates políticos do PS".

O filho do ex-líder histórico socialista e ex-presidente português Mário Soares sublinha estar "determinado a participar ativamente na próxima campanha eleitoral legislativa. No apoio firme ao Governo (em que tive o prazer de participar) que apoiei, apoio e apoiarei. Também à solução política de esquerda que lhe deu solidez parlamentar, e tempero político. Apoiante antes mesmo de ter existido, espero possa continuar no futuro. Estarei empenhado nas frentes de combate onde julgar, ou julgarem, que posso ser útil. E for oportuno. Com a determinação, entusiasmo, e alegria de sempre. E, felizmente, com boa saúde. Deixo o Parlamento no final deste mandato com tranquilidade".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG