António Capucho regressa ao PSD

Histórico social-democrata tinha manifestado intenção de voltar quando Rui Rio foi eleito líder do partido. Confirma-se agora o regresso. Capucho fora expulso do partido em 2014.

António Capucho regressou ao PSD, anunciaram hoje os sociais-democratas, depois de o antigo vice-presidente daquele partido ter estado envolvido num processo de expulsão por ter apoiado uma candidatura independente em Sintra nas autárquicas de 2013.

"António Capucho, militante histórico do PSD, vai regressar ao partido que ajudou a fundar em 1974, tendo a sua nova ficha de militante dado entrada na sede do PSD", anunciou o partido, em comunicado.

O antigo vice-presidente tinha anunciado a sua intenção de voltar ao PSD após a eleição de Rui Rio na presidência dos sociais-democratas, mas em abril do ano passado o Conselho de Jurisdição indeferiu o seu pedido para anular uma decisão anterior, que lhe permitiria manter o número de militante e evitar nova inscrição, como pretendia, com Capucho a não concretizar então o reingresso nas fileiras do partido.

Capucho foi expulso do PSD em 2014, depois de ter apoiado, contra o candidato do seu partido, a candidatura do independente Marco Almeida à Câmara de Sintra, nas autárquicas do ano anterior. Até à expulsão tinha-se revelado fortemente crítico da direção de Passos Coelho.

Com a eleição de Rio para presidente do partido, manifestou intenção de voltar. Capucho ocupou diversos cargos na direção nacional do PSD, nomeadamente na de Marcelo Rebelo de Sousa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG