Paul Bocuse. O chef que inspirou o filme Ratatouille faz hoje 90 anos

Começou a trabalhar com apenas 15 anos como ajudante de cozinha. Hoje tem mais de 20 restaurantes e é o chef do século

A todas as vitórias que já conquistou ao longo da sua carreira, o chef francês Paul Bocuse acrescenta hoje mais uma: nove décadas de vida. O chef que inspirou o famoso filme da Disney Ratatouille, e cujo trabalho na alta cozinha deu nome a um dos prémios mais importantes da gastronomia, Bocuse d"Or, completa o 90.º aniversário com um vasto império, mais de 20 restaurantes espalhados pelo mundo, e três estrelas Michellin, desde 1965.

O reconhecimento da carreira do chef surge do lado da indústria e dos seus pares. "Paul Bocuse é seguramente o ícone mundial dos últimos 50 anos da cultura culinária e da alta cozinha", destaca o cozinheiro alemão Frank Rosin em declarações à agência DPA. Eleito "o cozinheiro do século" pelo guia de restaurantes Gault&Millau e considerado como "o papa da cozinha francesa", Bocuse espalhou a sua arte pelos 20 restaurantes que abriu por França, Suíça, EUA ou Japão.

Bocuse, que trabalha com o seu filho Jérôme, teve um papel determinante na divulgação da nouvelle cuisine, caracterizada pela leveza e delicadeza dos pratos, embora sublinhasse a certa altura da sua carreira: "Gosto de pratos que são facilmente identificáveis, com ossos e espinhas."

Foi em 1941, quando tinha apenas 15 anos, que Bocuse iniciou o seu percurso no mundo da culinária, na época como ajudante de cozinha. Em 1958, e após vários anos de experiência, abriu o primeiro restaurante - que batizou com o seu nome. E nunca mais parou.

Com a saúde debilitada e marcada pela doença de Parkinson, Bocuse está afastado das luzes da ribalta há algum tempo. Ainda assim, o sentido de humor continua a ser uma das suas grandes características. "Tenho três estrelas [Michelin], já tive três bypasses e três mulheres", brincou em declarações ao Libération. Em 2014, submeteu-se a uma intervenção cirúrgica e afirmou: "Tive êxito na vida, mas fracassei na morte", atirou, após receber alta hospitalar.

Mais Notícias