Praticante de caça submarina morre em praia do Algarve

Homem de 57 anos entrou em paragem cardiorrespiratória apesar das manobras de reanimação.

Um praticante de caça submarina morreu esta quarta-feira na praia do Pintadinho, no concelho de Lagoa (Algarve), depois de ter saído do mar com dificuldades respiratórias e entrado em paragem cardiorrespiratória, informou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Aquela entidade marítima indicou em comunicado que o homem, de 57 anos, foi assistido pelos nadadores-salvadores daquela praia do distrito de Faro, "tendo entrado em paragem cardiorrespiratória e, embora tenham sido feitas manobras de reanimação, acabou por morrer".

"O óbito foi declarado no local pelo médico do Instituto Nacional de Emergência Médica", avançou a AMN.

O corpo foi transportado para o Gabinete Médico-Legal de Portimão, onde vai ser submetido a autópsia para determinar as causas da morte, tendo a Polícia Marítima tomado conta da ocorrência.

Mais Notícias