Mais 120 casos de covid-19 em Portugal, o menor número da última semana

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde de hoje revela ainda mais duas vítimas mortais e informa ​​​​​​que estão hospitalizadas 365 pessoas (menos nove do que ontem), 35 nos cuidados intensivos (mais seis).

Em Portugal, nas últimas 24 horas, morreram mais duas pessoas e foram confirmados mais 120 casos de covid-19 (um crescimento de 0,2% em relação ao dia anterior). Segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta terça-feira (11 de agosto), no total, desde que a pandemia começou, registaram-se 52 945 infetados, 38 760 recuperados (mais 160) e​ 1761 vítimas mortais no país.

Há, neste momento, 12 424 doentes portugueses ativos a ser acompanhados pelas autoridades de saúde.

Este é o quarto dia consecutivo em que o número de casos diários fica abaixo dos 200. É também preciso recuar uma semana (até terça-feira, dia 4 de agosto) para encontrar um valor mais baixo - nesse dia, tinham sido notificados 112 novos casos.

72 dos 120 infetados de hoje (60%) têm residência na região de Lisboa e Vale do Tejo. Os restantes casos estão distribuídos pelo norte (mais 34), pelo centro (seis), pelo Alentejo (três), pelo Algarve (três) e pelos Açores (dois). Só a Madeira não regista nenhuma alteração à sua situação epidemiológica (com os mesmos valores há dois dias).

Quantos aos dois óbitos registados nas últimas 24 horas, ambos se localizam na região norte. Trata-se de dois homens com mais de 80 anos.

A taxa de letalidade do país é hoje de 3,3%, subindo aos 15,8% no caso das pessoas com mais de 70 anos - as principais vítimas mortais.

Menos nove pessoas hospitalizadas, mais seis doentes graves

Nesta terça-feira, estão internados 365 doentes (menos nove do que no dia anterior) e nos cuidados intensivos há agora 35 pessoas (mais seis do que na véspera).

O boletim da DGS de hoje indica também que aguardam resultados laboratoriais 1368 pessoas e estão em vigilância pelas autoridades de saúde mais de 37 mil. O sintoma mais comum entre os infetados é a tosse (que afeta 34% dos doentes), seguida da febre (27%) e de dores musculares (21%).

Novos infetados: 71 homens e 49 mulheres

Dos 120 infetados, 71 são do sexo masculino (59,2%) e 49 do sexo feminino (40,8%).

Já a faixa etária com maior número de novos contágios no último dia foi, mais uma vez, a dos 30 aos 39 anos, com 29 infeções. Segue-se a dos 20 aos 29 (mais 24 casos) e a dos 40 aos 49 (mais 17).

Pelo contrário, as crianças até aos 9 anos, entre os dez e os 19 e os idosos entre os 70 e os 79 anos aumentaram cinco casos cada.

Mais de 20 milhões de infetados em todo o mundo

O novo coronavírus já infetou mais de 20 milhões de pessoas em todo o mundo, desde o início da pandemia, encontrando-se mais de metade delas no continente americano. Há agora 13 201 953 pessoas recuperadas da doença, segundo dados oficiais, e 739 526 vítimas mortais.

No total, os Estados Unidos da América são o país com maior concentração de casos (5 251 446) e de mortes (166 192). Em termos de número de infetados acumulados no mundo, seguem-se o Brasil (3 057 470), a Índia (2 271 034) e a Rússia (897 599). Portugal surge em 46.º lugar nesta tabela.

Quanto aos óbitos, depois dos Estados Unidos, o Brasil é a nação com mais mortes declaradas (101 857). Depois, o México (53 003) e o Reino Unido (46 526).

Mais Notícias