Covid-19. Número de concelhos em "risco extremamente elevado" baixou para 25

São menos dez que há uma semana os concelhos onde o nível de incidência é superior a 960 casos por cada cem mil habitantes

São agora 25 os concelhos em Portugal em risco extremamente elevado de transmissão de covid-19 (onde o nível de incidência é superior a 960 casos por cada cem mil habitantes nos últimos 14 dias - 25 de novembro a 8 de dezembro). A informação foi atualizada no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde divulgado esta segunda-feira.

CONSULTE AQUI A TAXA DE INCIDÊNCIA NO SEU CONCELHO

Há uma semana eram 35 os concelhos portugueses nesta situação, sendo que há duas semanas eram 50.

Desta vez, houve 15 concelhos que conseguiram ver os seus números melhorar o suficiente para deixar esta lista (Belmonte, Braga, Cabeceiras de Basto, Freixo de Espada à Conta, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Corvo, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel, Portalegre, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, São João da Madeira, Valença e Vizela).

Por outro lado, cinco entraram na lista ais gravosa de contágio: Crato, Mourão, Pinhel, Vila Pouca de Aguiar e Vimioso.

Mondim de Basto é agora o concelho com pior taxa de incidência (2663 casos por cada 100 mil habitantes), seguido de Marvão (2097) e Chaves (2084).

Hoje Portugal registou mais 2194 novos casos de covid-19, o registo mais baixo desde 20 de outubro, e 90 mortes.

Atualmente, os 25 concelhos em maior risco são:

- Armamar

- Barcelos

- Chaves

- Crato

- Espinho

- Esposende

- Fafe

- Felgueiras

- Gavião

- Guimarães

- Lousada

- Marvão

- Mondim de Basto

- Mourão

- Nisa

- Pinhel

- Póvoa de Lanhoso

- Póvoa de Varzim

- Trofa

- Valpaços

- Vieira do Minho

- Vila do Conde

- Vila Nova de Famalicão

- Vila Pouca de Aguiar

- Vimioso

Mais Notícias

Outras Notícias GMG