Corpo desmembrado em Sagres e uma cabeça em Tavira. PJ investiga

A Polícia Judiciária está a investigar a origem de partes de corpos humanos encontradas em Tavira e em Sagres, no distrito de Faro

Fonte da PJ confirmou à agência Lusa que foram encontradas partes de um corpo humano junto à Fortaleza de Sagres e outras em Tavira, "decorrendo a investigação para apurar a origem e se pertencem à mesma pessoa". "Estamos a investigar para tentar perceber o que se passou nas duas situações", referiu.

Segundo o JN, em Tavira foi encontrada a cabeça de um homem, enquanto em Sagres se descobriu um corpo desmembrado em Sagres. A Polícia Judiciária acredita que pertencem à mesma vítima, já identificada.

A cabeça foi descoberta junto à cascata do Pego do Inferno, em Tavira, por um casal de turistas franceses que alertaram as autoridades. Horas mais tarde, um corpo decapitado foi encontrado numa arriba, em Sagres, a cerca de 150 quilómetros de distância. Estava desmembrado e enrolado em plásticos.

Ainda segundo o JN, o corpo foi descoberto numa altura em que decorriam diligências para encontrar um jovem desaparecido há cerca de uma semana. O carro do jovem já tinha sido descoberto nas imediações.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG