Bombeiros de Borba agredidos no quartel

Os Bombeiros Voluntários de Borba foram agredidos, na madrugada de sábado, dentro do próprio quartel, por um grupo de 20 pessoas. Dois elementos ficaram feridos.

"Hoje calhou-nos a Nós!!!" é o título do post do Facebook em que os Bombeiros Voluntários de Borba relatam o ataque que sofreram na madrugada deste sábado dentro do próprio quartel, por um grupo de "pessoas". Ao DN, o comandante da corporação, Joaquim Branco, confirma que há dois bombeiros voluntários feridos.

Segundo o comandante, o ataque deste grupo de 20 pessoas parece ter sido desencadeado pelo facto de um pedido de socorro para uma pessoa inconsciente, efetuado por volta da 0:30, ter sido remetido para o 112. Depois de responder que era necessário ativar o Sistema Integrado de Emergência Médica, uma das pessoas do grupo "agrediu o elemento com dois murros" e, depois de os bombeiros fecharem a porta, os agressores partiram os vidros, projetando pedaços partidos contra outro elemento que assistia o colega ferido, afirmou Joaquim Branco. O grupo terá ainda invadido o quartel e perseguido outros bombeiros. Só quando foi pedida a ajuda da GNR, é que os agressores saíram do quartel.

O comandante Joaquim Branco assegura que as lesões dos dois bombeiros "não são graves", mas que frisou que ficaram "muito afetados psicologicamente".

Quanto ao facto de no post do Facebook aparecer a palavra pessoas entre aspas, para designar os agressores, o comandante diz que "é normal" quando "existe raiva no momento em que há pessoas agredidas física e psicologicamente" e quando se instala um "espírito de injustiça". "Estamos aqui para ajudar as pessoas e não para ser confrontados com estas situações".

Mais Notícias