Hipnose: o sono terapêutico que melhora a vida

Texto de Cláudia Pinto Foi numa situação limite que Ana Maria (nome fictício), de 35 anos, chegou à hipnoterapia. Depois de uma separação conturbada, com um filho pequeno nos braços e sem trabalho, tinha de reagir e precisava de soluções rápidas. Tinha feito psicoterapia com um profissional que “adora” e com quem pensa voltar a ter consultas, mas, quando soube que os resultados com a hipnose clínica eram mais céleres, não hesitou. “Não estava a ser a mãe que o meu filho precisava. Decidi experimentar e foram seis sessões que me tornaram numa pessoa diferente. Acima de tudo, senti que […]

Para saber mais clique aqui: www.noticiasmagazine.pt

Mais Notícias