Von der Leyen volta a isolar-se depois de contacto com infectado. Esta manhã esteve com António Costa

A presidente da Comissão Europeia voltou ao regime de quarentena, depois de um contacto com um portador do coronavírus.

Desta vez, trata-se de um membro do gabinete da própria presidente do executivo comunitário que, esta manhã, testou positivo para a covid-19.

Quando anunciou a medida, Ursula von der Leyen fez questão de se declarar livre do coronavírus, depois de também ter sido testada. Mas, como medida de precaução, a chefe do executivo comunitário colocou-se em regime de quarentena, e encontra-se a trabalhar, a partir do gabinete, na sede da Comissão Europeia, onde também reside, em Bruxelas.

Antes de conhecer o resultado do teste, Von der Leyen recebeu o primeiro-ministro português. António Costa esteve esta manhã no gabinete de Von der Leyen, para lhe entregar o plano de restauro da economia portuguesa, pós-pandemia.

É a segunda vez que a presidente da Comissão Europeia entra em auto isolamento, depois de ter estado com uma pessoa infetada com o novo coronavírus.

O gabinete de António Costa afirma que foram cumpridas todas as medidas de segurança, e que o Primeiro Ministro mantém comportamento de vigilância e cautela permanente não houve contacto direto com a pessoa que testou positivo e por isso, o Primeiro Ministro está dispensado de medidas sanitárias adicionais, além do cumprimento das regras já pré estabelecidas para a covid 19.

Há menos de duas, Von der Leyen colocou-se em isolamento profilático, após o regresso de Portugal, e da reunião de conselho de estado, em que o conselheiro António Lobo Xavier esteve presente já infetado.

No executivo comunitário, a Comissária da inovação e investigação testou positivo há pouco mais de uma semana. E, a comissária portuguesa, Elisa Ferreira, também se encontra, desde ontem em quarentena, também depois do teste positivo de um membro do próprio gabinete.

Mais Notícias