Quando a internet vai abaixo sempre à mesma hora e uma televisão velha é a culpada

O caso aconteceu numa aldeia galesa. Durante 18 meses, sempre à mesma hora, os habitantes de Aberhosan ficavam sem internet. Ninguém conseguia descobrir a origem do problema até que engenheiros de telecomunicações detetaram uma "explosão de interferência elétrica" emitida por uma velha televisão.

Todos os dias, às sete da manhã, os habitantes da aldeia galesa Aberhosan ficavam sem acesso à internet. Sempre àquela hora, as dificuldades de conexão faziam-se sentir sem se perceber o que estaria por detrás do problema. O mistério durou 18 meses. E tudo por causa de uma velha televisão.

Engenheiros de telecomunicações foram chamados a intervir, mas o problema teimava em persistir em toda a aldeia do condado de Powys, no País de Gales, e sempre a partir das 07.00.

Chegaram a mudar os cabos da rede que fornecia o sinal de banda larga a Aberhosan, mas à mesma hora, impretivelmente, a internet ia abaixo e toda a aldeia ficava desconectada do mundo.

Os engenheiros da Openreach, divisão da empresa BT de telecomunicações do Reino Unido, iniciaram uma investigação que os levou a desvendar o mistério.

"O facto de não conseguirmos solucionar a falha deixou-nos frustrados, mas estávamos determinados a ir ao fundo da questão", afirmou o engenheiro Michael Jone ao Daily Post.

Usaram um aparelho de monitorização e descobriraram que a interferência elétrica de uma velha televisão estava na origem do problema, que já durava há mais de um ano.

Percorreram a aldeia com um monitor de espectro, Spectrum Analyzer, e quando passaram junto a uma casa detetaram a interferência de uma TV em segunda mão.

"Caminhámos para cima e para baixo na aldeia sob chuva torrencial", recorda o engenheiro. "E às 07.00, como um relógio, aconteceu! O nosso dispositivo detetou uma grande explosão de interferência elétrica na aldeia."

Os proprietários da casa, que preferiram não ser identificados, ficaram "mortificados" quando souberam que o seu aparelho era o responsável pela falha diária de internet na aldeia. O casal que habita na casa garantiu que nunca mais iria ligar aquela TV.

Desde que a televisão em segunda mão deixou de ser usada, os habitantes desta aldeia deixaram de ter problemas com o acesso à internet. O sinal de banda larga não tem registado falhas desde que foi descoberto o mistério.

Suzanne Rutherford, engenheira-chefe da Openreach no País de Gales, explica que qualquer aparelho com componentes elétricos, desde luzes de exterior a micro-ondas, pode ter impacto nas redes de banda larga.

"Aconselhamos as pessoas a verificar se os aparelhos elétricos que têm em casa estão certificados" e respeitam os regulamentos britânicos, aconselhou Suzanne Rutherford, engenheira-chefe da Openreach. A situação "infelizmente não é tão rara quanto as pessoas podem pensar", disse, em tom de aviso.

Mais Notícias