Polícia usa arma de choque para acalmar mulher que recusou usar máscara em voo

Passageira não quis seguir protocolo de segurança em voo dos Estados Unidos para Porto Rico.

Uma mulher teve de ser imobilizada com uma arma de choque pela polícia durante uma desavença num voo da Spirit Airlines, entre os Estados Unidos e Porto Rico.

De acordo com o Daily Mail, a passageira teria recusado usar máscara, uma obrigatoriedade dentro dos aviões para evitar propagação da covid-19.

O incidente ocorreu este domingo, a bordo de um avião que tinha acabado de aterrar em San Juan, Porto Rico, oriundo de Newark, no estado norte-americano de New Jersey, nos EUA.

Nas imagens, é possível ver a mulher a gritar com um homem de camisola branca. Na sequência da discussão, a mulher agrediu o indivíduo a soco e os outros passageiros intervieram para tentar controlar a situação. Porém, foi necessária a intervenção policial, que precisou de utilizar uma arma de choque para imobilizar a mulher.

O momento foi registado pelos passageiros, que partilharam as cenas nas redes sociais.

No entanto, um jornalista da CBS, David Begnaud, conta que antes do incidente visto no vídeo já a mulher tinha sido agredida por um homem que também lhe dirigiu insultos raciais e homofóbicos.

Mais Notícias