Mulher tentou envenenar o marido e acabou por matar 13 familiares

Asiya Bibi estava casada há cerca de um mês, um casamento que foi arranjado pela família

Uma mulher paquistanesa foi presa por matar treze pessoas, o marido e mais doze familiares, com leite envenenado, no Paquistão.

Segundo a BBC, Asiya Bibi é acusada de tentar envenenar o marido, Amjad Akran, de 25 anos, com quem foi obrigada a casar no mês passado.

A tentativa terá falhado porque o marido não bebeu o leite. Em vez disso, o leite foi usado para fazer lassi, uma bebida tipo iogurte, que foi servida a 27 familiares. O marido e outros doze acabaram por morrer nos hospital.

Segundo os meios de comunicação locais, a mulher ainda tentou fugir para casa dos pais, mas sem sucesso, tendo sido detida juntamente com um homem, que se suspeita ser seu amante. Foi ainda detida uma tia de Asiya Bibi por suspeitas de envolvimento no crime.

Asiya Bibi e Amjad Akran casaram-se no passado mês de setembro, numa união arranjada entre as duas famílias e com a qual Bibi não concordaria.

Os casamentos arranjados nas zonas pobres e rurais do Paquistão são comuns e em muitos casos combinados pelas famílias.

Mais Notícias