Mais de 50 mil armas ilegais recuperadas em amnistia na Austrália

"A Austrália tem uma das leis de controlo de armas mais fortes, mas as armas ilícitas continuam a ser uma ameaça para a população", disse o primeiro-ministro australiano

Mais de 50 mil armas de fogo ilegais foram recuperadas na Austrália, no âmbito de uma amnistia que permitia a entrega por parte dos seus proprietários sem serem questionados a respeito, informaram esta sexta-feira as autoridades australianas.

Esta campanha de três meses foi a primeira a ser levada a cabo após o massacre de 35 mortos em 1996 na Tasmânia, no sul.

A operação foi concluída no fim de semana, pouco antes do massacre de 58 pessoas em Las Vegas por um homem de 64 anos, que relançou o debate sobre as armas.

O primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, enalteceu esta sexta-feira a "resposta extraordinária" à campanha de recuperação das armas.

"A Austrália tem uma das leis de controlo de armas mais fortes, mas as armas ilícitas continuam a ser uma ameaça para a população", disse.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG