Jovens de 15 anos detidos com AK-47 na propriedade de Trump na Florida

Adolescentes não sabiam onde estavam mas, segundo as autoridades, tiveram sorte em o presidente não estar lá, já que podiam ter sido abatidos pelos Serviços Secretos.

Três jovens de 15 anos foram detidos dentro de Mar-a-Lago, a propriedade de Donald Trump na Florida, na posse de uma mini-espingarda automática AK-47 e munições. O clube está fechado durante o verão e o presidente norte-americano não estava na zona.

Os adolescentes, que tentavam fugir da polícia e saltaram um muro da propriedade, aparentemente não se aperceberam onde tinham entrado. Caso Trump ou outro membro da família estivessem em Mar-a-Lago, os jovens podiam ter tido que enfrentar os Serviços Secretos responsáveis pela proteção presidencial e ser recebidos a tiro.

"Eles não faziam ideia de onde estavam", disse o porta-voz da polícia de Palm Beach à AP.

De acordo com a polícia, os três estavam sentados dentro de um carro a cerca de três quilómetros de distância da propriedade e fugiram quando os agentes ligaram as luzes do carro de polícia.

Mais à frente, quando depararam com uma operação Stop de rotina pensando que era uma operação para os apanhar, abandonaram o carro e saltaram o muro de Mar-a-Lago.

As autoridades recorreram então a helicópteros e a cães para os encontrar dentro da propriedade, acusando-os de entrar ilegalmente com armas e resistir à detenção sem violência.

Os três jovens não tentaram entrar em nenhum dos edifícios e alegam que a arma não é deles, apenas a encontraram.

Mais Notícias