Jogo viral incita crianças a desafios extremos e já levou à morte de menino de 10 anos

Antes de morrer, criança deixou um bilhete de despedida com a seguinte mensagem : "Desculpa-me mãe. Eu amo-te, mas tenho medo do homem negro de capuz".

Depois de em 2017 o "desafio da baleia azul", um jogo que se tornou viral na Internet ter levado adolescentes nas redes sociais a realizar uma série de desafios, desde alguns mais inofensivos ao suicídio, há um novo desafio que está a causar o pânico entre pais e educadores.

"Jonathan Galindo" é o nome do novo desafio viral, que reivindicou a sua primeira fatalidade: um menino italiano de dez anos que se suicidou.

As investigações que estão a ser realizadas para apurar as causas da morte da criança sugerem que o perigoso desafio viral será a principal causa da morte, já que antes de morrer, o menino deixou um bilhete de despedida para a mãe com a seguinte mensagem : "Desculpa-me mãe. Eu amo-te, mas tenho medo do homem negro de capuz". Pouco depois, ao amanhecer, atirou-se do 11.º andar da sua casa em Nápoles, segundo o jornal Il Corriere Della Sera. Os seus pais ouviram o barulho e correram para ver o que estava acontecer, acabando por dar de caras com uma situação dramática.

As autoridades italianas para assuntos relacionados com menores continuam com as investigações e, embora se guiem apenas pelo que está escrito na nota, há muitas incógnitas acerca desta trágica morte.

Os paisa afirmaram que o menino não tinha dado sinais de se querer magoar, embora reconhecessem que nos dias anteriores à morte parecia muito "preocupado" com alguma coisa. A tragédia espalhou o terror entre os colegas e amigos do menino, cujos pais procuram uma explicação para o ocorrido e estão desesperados para que não volte a suceder uma situação semelhante.

O desafio é direcionado a crianças e adolescentes nas redes sociais. Tudo começa com um pedido de amizade em redes populares como o TikTok, Instagram ou Facebook. O pedido é enviado por um homem misterioso disfarçado de Pateta, popular personagem da Disney, que afirma ser Jonathan Galindo. O que ele propõe é que, após aceitar o pedido de amizade, comece um jogo: uma série de desafios, cada um mais macabro e complicado, a grande maioria para que as crianças se magoem.

O desafio Jonathan Galindo surgiu nos Estados Unidos e chegou há poucos meses à Europa. As autoridades pedem aos pais e educadores que vigiem as horas que as crianças passam em frente aos ecrãs para evitar que participem neste tipo de desafios virais, que são muito populares entre os jovens.

Os responsáveis deste jogo pressionam as crianças a revelar todo o tipo de informação particular, como idade, escola, morada, o nome dos pais ou mesmo o tipo de telefone que possuem, antes de permitir que acedam ao jogo.

Mais Notícias