"Fábrica de bebés" obtém custódia de 13 filhos de barrigas de aluguer

Mitsutoki Shigeta esteve no centro de um escândalo em 2014 quando o seu apartamento em Banguecoque foi alvo de uma busca, na qual viviam, na altura, nove crianças, amas e uma mulher grávida

O japonês Mitsutoki Shigeta, de 28 anos, conhecido como "fábrica de bebés", obteve nesta terça-feira a custódia de 13 bebés que gerou através de mães de aluguer tailandesas.

Shigeta é filho de um magnata rico e está envolvido num escândalo, pois ter-se-á aproveitado de um vazio na legislação tailandesa para conseguir os 'serviços' de barrigas de aluguer, entretanto preenchido com uma lei que proíbe que um cidadão estrangeiro possa contratar uma barriga de aluguer tailandesa.

Em 2014 foi investigado pela Interpol, acusado de tráfico de seres humanos, tendo depois o seu apartamento em Banguecoque sido alvo de buscas, nas quais as autoridades tailandesas encontraram nove bebés, amas e uma mãe de aluguer grávida.

Posto isto Shigeta abandonou a Tailândia mas processou o Governo daquele país requerendo a guarda dos filhos.

Com a vitória no tribunal, as crianças serão transferidas para a responsabilidade de Shigeta, que não esteve presente na leitura da sentença. Ainda assim, este processo será feito com cuidado, evitando mudanças abruptas, pois desde 2014 que as crianças estão à guarda do Governo tailandês.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG