Rio de Janeiro: Incêndio em hospital faz pelo menos 11 mortos

Incêndio terá sido provocado por um curto-circuito e teve início no edifício mais antigo do hospital.

Um fogo atingiu na quinta-feira um hospital na Zona Norte da cidade brasileira do Rio de Janeiro, provocando, pelo menos, 11 mortos, com pacientes a serem retirados do local em macas, segundo o jornal O Globo.

De acordo com o jornal brasileiro, a direção do hospital considera que o incêndio terá sido provocado por um curto circuito no gerador de um dos prédios. Devido às chamas, os funcionários retiraram os pacientes do Hospital Badim, localizado no bairro de Maracaná, médicos e enfermeiros montaram uma espécie de hospital de campanha, ao ar livre, com colchões alinhados na rua, para continuar a atender os pacientes.

O incêndio fez, pelo menos 11 mortes e 14 pessoas internadas foram transferidas para outro hospital. As autoridades informam que o número ainda pode aumentar. "Toda a administração do Hospital Badim está determinada a prestar a assistência necessária aos pacientes que estão a ser transferidos" para outras clínicas da capital fluminense, declarou a assessoria da unidade hospitalar.

O Hospital Badim é composto por dois edifícios. O incêndio começou no mais antigo, de acordo com informações preliminares.

O corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 18:00 (hora local, 22:00 em Lisboa), sendo que as chamas foram extintas por volta das 19:45 (hora local, 23:45 em Lisboa). A Polícia Militar interditou as proximidades do hospital.

No Twitter foram partilhados vídeos que mostram profissionais de saúde a transferir os doentes internados para colchões na rua em frente ao hospital.

Mais Notícias