Governo francês mantém até 14 de dezembro interdição dos estádios a adeptos visitantes

Autoridades justificam medida com a mobilização das forças policiais para a Conferência da ONU sobre Alterações Climáticas

O ministério do Interior de França decretou hoje que vai manter até 14 de dezembro a interdição nos estádios aos adeptos dos clubes visitantes nos campeonatos dos dois principais escalões do futebol gaulês.

Esta decisão visa prolongar a diretiva de 26 de novembro que "proíbe as deslocações dos adeptos das equipas visitantes" nos jogos das duas primeiras ligas francesas, devido à ameaça terrorista no país.

A medida em causa aplica-se ao futebol e enquadra-se no "estado de emergência" em França, na sequência dos atentados de 13 de novembro, em Paris, reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico, que provocaram 130 mortos e 350 feridos.

As autoridades francesas explicaram que esta decisão foi tomada em função da mobilização das forças policiais para a Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21), em Paris.

Mais de 140 chefes de Estado e de governo vão estar na sessão de abertura da COP21, que decorrerá entre 30 de novembro e 11 de dezembro e tem como objetivo chegar a um acordo global vinculativo sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa.

A medida decretada hoje ficará em vigor até à 18.ª jornada da primeira e segunda ligas francesa e abrange também a oitava eliminatória da Taça de França e os jogos da Liga dos Campeões (08 de dezembro) e Liga Europa (09 de dezembro) disputados em solo gaulês.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG