Enfermeira italiana é suspeita de matar de 13 doentes

A investigação, cujos detalhes vão ser facultados hoje em conferência de imprensa, durou vários meses

Uma enfermeira italiana foi detida por suspeita do homicídio, entre 2014 e 2015, de 13 doentes que deram entrada no hospital de Piombino, na província de Livorno, no centro de Itália, informaram hoje as autoridades.

A investigação, cujos detalhes vão ser facultados hoje em conferência de imprensa, durou vários meses e terminou na quarta-feira com a detenção.

A enfermeira é acusada de "homicídio voluntário continuado e agravado" de 13 pacientes que deram entrada no departamento de anestesia e reanimação do referido hospital.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG