Casais gays pela primeira vez nos casamentos militares de Taiwan

Taiwan tem estado na vanguarda do crescente movimento pelos direitos dos homossexuais na Ásia e tornou-se o primeiro país do continente a permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo em maio de 2019.

Duas soldadas de Taiwan e as respetivas companheiras vão casar-se nesta sexta-feira na cerimónia anual de casamentos militares em massa daquele país, naquele que é um marco nos direitos dos homossexuais na Ásia.

Taiwan tem estado na vanguarda do crescente movimento pelos direitos dos homossexuais na Ásia e tornou-se o primeiro país do continente a permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo em maio de 2019, após uma contundente luta política.

As forças armadas organizam regularmente casamentos em massa para os funcionários, e a cerimónia a ser realizada nesta sexta-feira terá pela primeira vez a participação de dois casais do mesmo sexo.

"O nosso país tornou-se o primeiro na Ásia a legalizar o casamento do mesmo sexo e o ministério dá as suas bênçãos aos militares do mesmo sexo que se estão a casar", refere o comunicado que acompanha as fotos dos dois casais publicadas na página do Exército no Facebook.

As duas fotografias mostram soldadas vestidas com o uniforme militar e as suas companheiras trajadas com os vestidos tradicionais Qipao, que as noivas taiwanesas costumam usar em casamentos.

A publicação rapidamente se tornou viral, com mais de 30 mil gostos numa das fotos e muitas mensagens de felicitações. "É ótimo que o Exército possa publicar esta foto", dizia um comentário. "Parabéns, estou muito feliz em ver o progresso de Taiwan!" referiu outro.

Três casais do mesmo sexo planeavam participar numa cerimónia de casamento em massa organizada pela Marinha e pela Força Aérea no ano passado, mas desistiram devido ao enorme interesse da imprensa.

Taiwan já foi uma região autoritária governada pelo militar chinês Chiang Kai-shek, mas nas últimas décadas emergiu como uma das democracias liberais mais vibrantes da Ásia.

Nos últimos dez anos, tornou-se cada vez mais progressista nos direitos dos homossexuais, com Taipé a sediar a maior parada anual do orgulho LGBT na Ásia.

No ano passado, Taiwan fez história com os primeiros casamentos gays legais do continente depois de o Parlamento ter aprovado uma lei de casamento entre pessoas do mesmo sexo. Desde que a lei entrou em vigor, casaram-se cerca de 4000 casais homossexuais.

Porém, a lei causou profundas divisões na ilha, especialmente entre grupos conservadores e gerações mais velhas.

A lei do casamento gay ainda contém algumas restrições, uma vez que casais do mesmo sexo só podem casar-se com estrangeiros de países onde o casamento gay também é reconhecido e só podem adotar filhos biológicos de um dos elementos do casal.

Taiwan tem o nome oficial de República da China e é refúgio dos nacionalistas derrotados por Mao Tsé-tung. Desde 1949 que Pequim reivindica-a como uma das suas províncias.

Mais Notícias