Estado Islâmico reivindica atentado que matou 64 pessoas em Bagdad

Carro armadilhado explodiu junto a um mercado xiita de Sadr City, norte de Bagdad

O novo balanço oficial provisório das vítimas do atentado hoje em Bagdad indica que morreram 64 pessoas e 87 ficaram feridas, disseram fontes policiais iraquianas à agência Efe. O autoproclamado Estado Islâmico já reivindicou o atentado, indicam as agências internacionais.

A explosão de um camião armadilhado atingiu às 07:00 (hora de Lisboa) um mercado xiita de Sadr City, no norte da capital iraquiana, tendo provocado também grandes danos materiais.

Em fevereiro passado, 55 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas na sequência de um duplo atentado suicida no bairro de Sadr City e cuja autoria foi igualmente assumida pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG