As estrelas da parada em Moscovo

A Rússia assinala hoje os 73 anos do fim da II Guerra Mundial com um desfile militar em que o novo míssil hipersónico Kinzhal é uma das estrelas. Mas não é a única.

Míssil Kinzhal


Apresentado por Vladimir Putin a 1 de março e testado dez dias depois, o míssil hipersónico Kinzhal (Punhal) será a estrela da parada militar. No ensaio foi transportado pelos caças MIG-31 K. Capaz de viajar a dez vezes a velocidade do som, o Kinzhal é, segundo responsáveis russos, indetetável e capaz de penetrar o escudo antimísseis dos EUA. Além de ter capacidade para destruir um porta-aviões.

Caças SU-57


Os caças Sukhoi SU-57 voaram pela primeira vez em 2010 mas ainda não fazem formalmente parte da Força Aérea russa. Os primeiros aviões furtivos de quinta geração de fabrico russo têm dois exemplares na Síria, onde participam num "ensaio de combate".

Tanque Uran-9


Armado com rockets anti-tanque, um canhão e metralhadora, o Uran-9 é um tanque comandado à distância que, tal como o Uran-6, um robô que tem como função a desminagem, tem tido um papel importante na Síria. Segundo o site da Gazeta.ru, citado pela BBC, o Uran-9 tem capacidade para detetar o alvo a 3 quilómetros de distância, mas a decisão de disparar é tomada manualmente.

Motos AM-1


As AM-1 são uma espécie de moto4 de fabrico russo para duas pessoas. São usadas pela infantaria e forças especiais em terrenos acidentados como desertos, pântanos ou em operações no Ártico.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG