Alemanha com mais de 1000 novos casos pela primeira vez em três meses

A Alemanha divulgou a existência de 1.045 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, o pior registo desde 11 de maio.

O vírus volta a ganhar força na Alemanha e está a deixar preocupadas as autoridades germânicas, depois de o país ter sido um dos que melhor contiveram a primeira vaga da pandemia. Esta quinta-feira (6 de agosto), de acordo com os números divulgados pelo Instituto Robert Koch (RKI), a Alemanha registou 1045 novos casos diários, ultrapassando as mil infeções diárias pela primeira vez desde 11 de maio, segundo o Die Welt.

Das novas infecções, mais de dois terços (69 por cento) de todos os casos notificados vêm de apenas três estados federais: Renânia do Norte-Vestfália (425), Baviera (205) e Berlim (91). De acordo com as estatísticas do RKI, o número de casos ativos aumentou em 438 para agora 8.692 . Isso é um aumento de 26 por cento em relação à semana anterior e um aumento de 87 por cento em relação aos números mais baixos, de 15 de julho.

O governo alemão manifestou preocupação com o recente aumento de infeções em todo o país e instou os cidadãos a seguir regras de pandemia como distanciamento social, uso de máscaras e higienização mais de perto.

Ao mesmo tempo, o governo também acredita que os viajantes que retornam do exterior são outra fonte de infeções e ordenou o teste gratuito a todas as pessoas que cheguem ao país desde áreas de risco.

Na Alemanha, essa obrigação de testes à presença do novo coronavírus para viajantes de áreas de risco entra em vigor já a partir de sábado, ordenou o Ministro da Saúde Jens Spahn.

Vai haver estações de teste para isso, especialmente nos aeroportos, mas também para quem chegar de comboio ou carro. Nesta altura já existe a possibilidade de todos os imigrantes fazerem o teste gratuitamente dentro de 72 horas após a chegada à Alemanha.

"Estou muito ciente de que isso é uma violação das liberdades individuais", reconheceu Spahn, numa conferência de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, em Berlim, a propósito da implementação do teste obrigatório. Do seu ponto de vista, no entanto, é uma intervenção razoável. "É importante cuidar uns dos outros e proteger uns aos outros. A liberdade sempre vem com responsabilidade, por mim e pelos outros", justificou.

Reabertura de escolas

Este novo pico de casos ocorre quando a Alemanha inicia o processo de reabertura de escolas, após o final das férias de verão.

Nesta quinta-feira, os estudantes da cidade-estado de Hamburgo regressam às aulas. Como a maioria dos outros estados da Alemanha, Hamburgo tornou obrigatório o uso de máscaras nas áreas comuns dos prédios das escolas, mas não durante as aulas nas salas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG