123456. Milhões de internautas usam passwords demasiado óbvias

Nomes, equipas de futebol, bandas e super-heróis estão entre as palavras mais usadas para proteger contas na internet, diz estudo.

As palavras-passe mais usadas pelos internautas continuam as mesmas - e pouco seguras. Só a palavra "password" permitiu o acesso a 3.6 milhões de contas em todo o mundo. Mas a senha mais usada a nível mundial é mesmo o "123456", que possibilitou a entrada em 23.2 milhões de contas. Estas são algumas das conclusões de uma revisão feita pelo Centro Nacional de Cibersegurança (NCSS, na sigla em inglês), no Reino Unido, que diz que milhões de pessoas escolhem passwords demasiado simples.

Segundo o The Guardian, o NCSC analisou as 100 mil palavras-passe usadas por hackers online, tendo chegado à conclusão que nomes, equipas de futebol, bandas e personagens da ficção estão entre as senhas que mais expõem os internautas.

O nome "ashley" foi usado para entrar ilegalmente em 432 276 contas, enquanto "michael" foi encontrado 425 291 vezes. No que diz respeito às senhas de desporto, a palavra-passe "liverpool" foi violada 280 723 vezes, "chelsea" 216 677 vezes e "arsenal" 179 095 vezes.

Os nomes das bandas também não são boa opção. Cerca de 285 706 pessoas que escolheram a palavra-passe "blink182", - que até pode parecer uma boa senha porque tem número e letras - viram as suas contas hackeadas.

Quanto aos heróis da banda desenhada, o super-homem (superman, em inglês) é o preferido, tendo sido encontrado em 333 139 contas vítimas de fraude.

A informação sobre as palavras passe mais vulneráveis foram obtidos através de dados de violações de contas a nível global, que já são do conhecimento público.

Há vários anos que a empresa SplashData publica a lista das piores palavras-passe usadas na internet e "123456" e "password" costumam surgir em primeiro lugar.

Para manter as suas informações seguras, o NCSC propõe o uso de três palavras aleatórias.

Mais Notícias