Twitter revela novo "superfollow", para receber newsletter e informações exclusivas

A rede social criada em 2006 quer agora inovar e traz aos utilizadores, ainda este ano, acesso exclusivo a informações.

Foi através de um evento virtual para investidores que a empresa Twitter anunciou planos para um novo recurso, o "super follow". É a primeira vez em muito tempo que a plataforma anuncia mudanças significativas na maneira como os utilizadores podem usar a rede social.

O fundador do Twitter, Jack Dorsey, admitiu que muitos dos utilizadores não confiam na empresa: "Tudo se resume a três críticas: somos lentos, não somos inovadores e não somos confiáveis."

O plano agora apresentado, diz Dorsey, não apenas mudará essa perceção como fará a receita da plataforma aumentar para o dobro em 2023.

A nova ferramenta permitirá aos titulares de contas cobrar por conteúdo adicional exclusivo. A empresa afirma que esta nova ferramenta dá acesso a tweets extras, a um grupo da comunidade ou até mesmo a um boletim informativo (newsletter).

"O Twitter está, sem dúvida, à procura de maneiras de gerar novos fluxos de receita com este novo serviço", disse o analista Ben Wood da CCS Insight. "Para aqueles com conteúdo atraente o suficiente, este serviço pode ser útil, mas calculo que seja difícil que a maioria dos utilizadores da rede social Twitter esteja predisposto a fazer grandes pagamentos."

Mas apesar do lançamento da ferramenta "superfollow" estar marcada ainda para este ano, o consultor de media Matt Navarra realizou um inquérito à comunidade de utilizadores do Twitter e verificou que 85% dos inquiridos garantem "não estarem dispostos a pagar" para ter acesso a conteúdos exclusivo das suas contas favoritas.

A empresa também tem estado a testar um serviço de discussão de áudio ao vivo - que já se provou popular na rede social de áudio Clubhouse.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG