A primeira página do DN desta sexta-feira

Leia já os títulos do jornal que encontra de manhã nas bancas.

Governo gastou 3,2 milhões em obras no Hospital Militar de Belém, mas há um mês desmontou tudo. É esta a manchete do DN desta sexta-feira.

Transformação fez-se em contrarrelógio para preparar estrutura para receber doentes covid pouco graves. Enfermarias foram equipadas e 140 camas disponibilizadas, com o custo da empreitada a derrapar para o triplo do previsto. Unidade teve 657 doentes internados, mas só durou um ano. Em dezembro, foi desmantelada. Médicos criticam "má decisão" do executivo, em momento de pico pandémico.

O destaque fotográfico vai para as eleições, com vários títulos:

- 100 deputados. A previsão de Rio para travar maioria de Costa

- Líderes do PSD e do PS voltam a admitir abertura para negociar

- Entrevista DN-TSF a Pedro Silveira, politólogo: encontrar ministros em Portugal é fácil? "Há muito mais recusas do que se imagina"

Na série Reinventar Portugal, dois inquéritos:

António Saraiva, presidente da CIP: "PRR mudaria mais o país se tivesse empresas no centro"

António Mendonça, bastonário dos Economistas: "É preciso que o PRR produza resultados"

Outros títulos

Contas. Leão corta mais 1,1 mil milhões no défice do que prometera à esquerda

Covid-19. Pandemia deixou 5 mil cancros por diagnosticar

Mais Notícias

Outras Notícias GMG