Violência em Haia nos protestos contra novas restrições anti-covid

Depois de Roterdão na sexta-feira, é em Haia que estão a acontecer os motins esta noite.

Pela segunda noite consecutiva os protestos contra as novas restrições para responder à pandemia de covid-19 terminam em violência nos Países Baixos. Depois de Roterdão na sexta-feira, este sábado há motins em Haia.

Os manifestantes atiraram pedras e fogo de artifício contra os polícias, incendiando bicicletas.

Nas redes sociais estão a ser publicados vários vídeos dos motins em Haia.

A polícia deteve pelo menos uma pessoa em Haia, após um dia de protestos um pouco por todo o país que foram pacíficos.

Na sexta-feira, duas pessoas ficaram feridas depois de a polícia disparar contra os manifestantes em Roterdão, tendo 51 pessoas sido detidas no que o autarca local apelidou de "orgia de violência".

Os Países Baixos voltaram a um confinamento parcial no último sábado, esperando-se pelo menos três semanas de restrições, estando agora a planear proibir pessoas que não estejam vacinadas de entrar em alguns locais.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG