Trump ofereceu mesmo boleia a Kim Jong-un no Air Force One

"Simplesmente fez isso pelo amigo", disse à CNN um ex-alto funcionário da Administração, que a emissora não identificou, referindo-se ao bom relacionamento que o ex-presidente dos EUA tinha com o líder norte-coreano.

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump ofereceu-se para levar a casa o líder norte-coreano, Kim Jong-un, no avião presidencial dos EUA, após a cimeira em que ambos participaram no Vietname em 2019.

Como explicou ao canal de televisão CNN um ex-alto funcionário da Administração que participou na reunião, Trump não perguntou aos seus conselheiros se haveria algum problema em o líder norte-coreano viajar no Air Force One antes de fazer tal oferta.

"Simplesmente fez isso pelo amigo", disse o ex-alto funcionário, que a emissora não identificou, referindo-se ao bom relacionamento que Trump tinha com Kim.

A CNN lembrou que o canal britânico BBC foi o primeiro a relatar essa história, agora confirmada.

A oferta surpreendente ocorreu no final da cimeira de Hanói, na qual nenhum acordo foi alcançado, depois de Kim insistir que todas as sanções dos Estados Unidos contra o seu país fossem suspensas.

O então Presidente dos EUA disse que Kim se ofereceu para tomar algumas medidas para desmantelar o seu arsenal nuclear, mas não o suficiente para justificar o fim do regime de sanções contra o país.

A peculiar relação entre Trump e o líder norte-coreano, com quem manteve diversos encontros, tem sido objeto de comentários e análises na imprensa internacional.

Ambos os líderes passaram a reconhecer publicamente que estavam em harmonia, embora nunca tenham chegado a um acordo ou uma reaproximação entre os dois países.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG