Talibãs sem mulheres no governo

Está completa a formação do governo talibã no Afeganistão, sem qualquer mulher. O porta-voz garantiu, contudo, que as raparigas afegãs poderão voltar à escola em breve.

Os talibãs nomearam vários ministros esta terça-feira, completando a formação do Governo, que não inclui qualquer ministra ou um ministério feminino, disse o seu porta-voz, Zabihullah Mujahid.

O novo regime afegão anunciou a primeira parte do seu Governo, incluindo muitos dos líderes históricos do movimento, em 07 de setembro, três semanas após ter tomado o poder.

A lista final foi agora apresentada pelo porta-voz do Governo, Zabihullah Mujahid, numa conferência de imprensa na capital afegã, Cabul.

A lista de ministros indica que os talibãs não foram influenciados pelas críticas internacionais e que estão a aplicar uma linha dura, apesar das promessas iniciais de inclusão e defesa dos direitos das mulheres.

O porta-voz do governo talibã garantiu, contudo, que as raparigas afegãs poderão voltar à escola em breve. "Estamos a terminar as coisas... Vai acontecer assim que possível", disse Zabihullah Mujahid, que não fez quaquer comentário acerca do fim, na semana passada, do Ministério dos Assuntos Femininos, substituído pelo de Promoção da Virtude e Prevenção do Vício.

"Estas medidas são consideradas importantes para o funcionamento do Emirado", disse.

Os talibãs conquistaram Cabul em 15 de agosto, concluindo uma ofensiva iniciada em maio, quando começou a retirada das forças militares norte-americanas e da NATO, que se encontravam no país desde 2001, na sequência do combate à Al-Qaida após os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG