Magnata romeno entre os oito mortos em queda de avião em Itália

Dan Petrescu pilotava a avioneta, segundo os media italianos. Uma criança entre as vítimas mortais

Piloto, copiloto, cinco adultos e uma criança. Seguiam a bordo de um pequeno avião particular e morreram quando o aparelho caiu, este domingo, sobre um edifício, em San Donato Milanese, Milão, Itália.

A aeronave, um Pilatus PC-12 que decolou do aeroporto Linate, em Milão, com destino a Olbia, na Sardenha, caiu cinco minutos após a descolagem, segundo a Agência Nacional de Segurança Aérea (ANSV) italiana.

De acordo com o jornal Il Corriere de la Sera e a agência italiana AGI, o piloto era o multimilionário romeno Dan Petrescu, de 68 anos, que morreu, assim como os sete acompanhantes. Entre os passageiros estavam a esposa do empresário, de 65 anos, que também tem nacionalidade francesa, o seu filho Dan Stefano, de 30 anos, e uma criança.

Dan Petrescu, um dos homens mais ricos da Romênia, que também tinha nacionalidade alemã, segundo o Il Corriere, comandava um grande grupo do setor de construção e possuía hipermercados e centros comerciais.

O edifício de dois andares no qual a avioneta embateu estava vazio, por estar a ser alvo de obras de recuperação, o que poderá ter evitado uma tragédia maior.

Os habitantes daquela zona ouviram um ruído grande e, depois, um estrondo, fruto da explosão que se seguiu ao embate.

"O impacto foi devastador ", disse Carlo Cardinali, do corpo de bombeiros de Milão, citado pela agência Ansa.

De acordo com a agência de notícias espanhola EFE, o Piper caiu perto da estação de San Donato, da linha 3 do metro de Milão, cerca das 13:10 (hora local)

As autoridades já estão a investigar as causas do acidente.

atualizado às 19.04

Mais Notícias

Outras Notícias GMG